Micologia Básica

Informações gerais
Coordenação: Dra. Leila M. Lopes Bezerra
Carga horária: 30 horas (25 horas aula + 5 horas estudo e avaliação)
Sextas-feiras das 19 as 21 hs (2 horas)
Sábados das 09 às 12 horas (3 horas)
100% ONLINE

Período: 08 de julho a 13 de agosto de 2022

Valor:
R$ 980,00

Ementa
A aplicação de técnicas ambientais de DNA e o aumento do sequenciamento do genoma da diversidade microbiana, combinado com o estudo detalhado dos caracteres celulares, tem levado consistentemente ao reexame de nossa compreensão da árvore da vida. O reino Fungi é um dos clados mais diversos de eucariotos nos ecossistemas terrestres (estima-se de 2,2 a 3,8 milhões de espécies), sendo organismos que participam nos mais diversos processos; desde a decomposição da matéria orgânica e ciclagem de nutrientes até associações benéficas, prejuciciais e/ou antagônicas com plantas e animais (por exemplo: fungos patogênicos), além das aplicações em biotecnologia. Evidências científicas revelaram que se tratavam de microrganismos com características biológicas  e fisiologia próprias e distintas do reino vegetal, onde eram classificados até o reino Fungi ser proposto por Whittaker, em 1969.

São organismos eucariontes, microscoscópicos, com características celulares distintas dependendo do grupo taxonômico a que pertencem, incuindo sua forma de reprodução. Sua classificação taxonômica sofreu uma revolução e deixou de ser baseada nos critérios da Botânica, que atribuiam a uma mesma espécie dois nomes distintos, por exemplo, dependendo da forma de reprodução (sexuada ou assexuada), No entanto, uma “revolução” taxonômica que passou a ser conhecida como “One fungus, one name” foi proposta por consenso dos cientistas da área, a partir de critérios adequados para a reclassificação dos organismos deste reino.

Os fungos posuem uma imensa plasticidade biológica, desde um organismo unicelular como a Saccharomyces cerevisae, usada na manufatura do pão, até os fungos pluricelulares com estruturas reprodutoras macroscópicas e complexas, popularmente conhecidas como cogumelos.

Pré-requisitos para os participantes
Microbiologia; noções básicas de Biologia Celular e Biologia Molecular. 

Conteúdo programático e Cronograma

Dia 08/07 (2h) Apresentação do Curso. O que é o Reino Fungi.
Prof.a Leila Lopes

    • O que define o Reino Fungi
    • Principais Classes e suas características

Dia 09/07 (3h) Aspectos gerais do reino.
Prof.a Leila Lopes

  • Os microrganismos do reino Fungi
  • Fungos patogênicos
  • Fungos e meio ambiente
  • Fungos e alimentos
  • Fungos e biotecnologia

Dia 15/07 (2h) Ecologia dos fungos
Prof. Eduardo Bagagli

  • Distribuiçãos dos fungos
  • Ferramentas para estudo da ecologia dos fungos
  • Importäncia ecológica e econômica

Dia 16/7 (3h) Biologia Celular e Fisiologia dos fungos
Prof.a Leila Lopes

    • Estruturas celulares
    • Parede celular de fungos: estrutura e funções
    • Enzimas extracelulares (degradação e decomposição)
    • Principais características fisiológicas

Dia 22/07 (2h) Ferramentas moleculares na Micologia
Prof. Eduardo Bagagli

  • Bases das técnicas moleculares, Barcode e suas aplicações na micologia
  • Técnicas moleculares no diagnóstico de micoses

Dia 23/07 (3h) Taxonomia e Genética de fungos
Prof. Eduardo Bagagli

  • Classificação atual (“one fungus, one name”)
  • Diversidade genética
  • Filogenia molecular
  • Sacharomyces cerevisae como organismo modelo
  • Reprodução sexuada e assexuada

Dia 29/07 (2h) Antifúngicos e antifungigrama
Prof.a Kelly Ishida

  • Principais grupos de antifúngicos e seu mecanismo de ação
  • Técnicas utilizadas no antifungigrama

Dia 30/07 (3h) Técnicas aplicadas ao diagnóstico das micoses
Prof.a Leila Lopes

  • Exame micológico e microcultivo – exemplos práticos
  • Histopatologia e métodos de coloração – exemplos práticos
  • Técnicas sorológicas – exemplos de inovação

Dia 05/08 (2h) Controle Biológico
Prof. Benedito Correa

  • Controle dos fungos fitopatogênicos
  • Controle biológico de pragas
  • Biorremediação

Dia 06/08 (3h) Fungos toxigênicos e micotoxinas em alimentos
Prof. Benedito Correa

  • O que são fungos toxigênicos
  • Micotoxinas – caracteristicas
  • Impacto das micotoxinas em alimentos

Dia 12/08 (2h)* Revisão e Estudo Dirigido
Prof.a Leila Lopes

Lista de questões objetivas para revisão e estudo

Dia 13/08 (3h)* Avaliação final: Seminários Individuais (15 min / aluno)
Prof.a Leila Lopes

(*) Excepcionalmente, dependendo do número de alunos, os Seminários Individuais podem se dar nos dias 12/08 e 13/08. Neste caso a lista de questões de revisão será enviada e oferecida em 1 hora extra de curso para ser discutida.

Literatura recomendada

  • Whittaker, R.H. (1969). «New concepts of kingdoms of organisms». Science. 163 (3863): 150–60. PMID 5762760. doi:10.1126/science.163.3863.150
  • Jones MD, Forn I, Gadelha C, Egan MJ, Bass D, Massana R, Richards TA. Discovery of novel intermediate forms redefines the fungal tree of life. Nature. 2011 11; 474(7350):200-3. doi: 10.1038/nature09984
  • Richards TA, Leonard G, Wideman JG. What Defines the “Kingdom” Fungi? Microbiol Spectr. 2017 ; 5(3). doi: 10.1128/microbiolspec
  • Hawksworth DL, Lücking R. Fungal Diversity Revisited: 2.2 to 3.8 Million Species. Microbiol Spectr. 2017 Jul;5(4). doi: 10.1128/microbiolspec
  • Hibbett DS, Binder M, Bischoff JF, Blackwell M, Cannon PF, Eriksson OE, Huhndorf S, James T, Kirk PM, Lücking R, Thorsten Lumbsch H, Lutzoni F, Matheny PB, McLaughlin DJ, Powell MJ, Redhead S, Schoch CL, Spatafora JW, Stalpers JA, Vilgalys R, Aime MC, Aptroot A, Bauer R, Begerow D, Benny GL, Castlebury LA, Crous PW, Dai YC, Gams W, Geiser DM, Griffith GW, Gueidan C, Hawksworth DL, Hestmark G, Hosaka K, Humber RA, Hyde KD, Ironside JE, Kõljalg U, Kurtzman CP, Larsson KH, Lichtwardt R, Longcore J, Miadlikowska J, Miller A, Moncalvo JM, Mozley-Standridge S, Oberwinkler F, Parmasto E, Reeb V, Rogers JD, Roux C, Ryvarden L, Sampaio JP, Schüssler A, Sugiyama J, Thorn RG, Tibell L, Untereiner WA, Walker C, Wang Z, Weir A, Weiss M, White MM, Winka K, Yao YJ, Zhang N. A higher-level phylogenetic classification of the Fungi. Mycol Res. 2007 May;111(Pt 5):509- 47. doi: 10.1016/j.mycres.2007.03.004
  • Wickes BL, Wiederhold NP. Molecular diagnostics in medical mycology. Nat Commun. 2018. 3;9(1):5135. doi: 10.1038/s41467-018-07556-5
  • Doehlemann G, Ökmen B, Zhu W, Sharon A. Plant Pathogenic Fungi. Microbiol Spectr. 2017

;5(1). doi: 10.1128/microbiolspec

  • Gow NAR, Latge JP, Munro CA. The Fungal Cell Wall: Structure, Biosynthesis, and Function. Microbiol Spectr. 2017 5(3). doi: 10.1128/microbiolspec.

Livro texto:

Current Progress in Medical Mycology

Editors: Mora-Montes, Hector, Lopes-Bezerra, Leila (Eds.) Ed. Springer (2017) https://www.springer.com/gp/book/9783319641126